Trabalho 08 – Eliete Raposo – O ENSINO RELIGIOSO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO E SUA INFLUÊNCIA NO ENSINO DE QUÍMICA

poster 08

O ENSINO RELIGIOSO NAS ESCOLAS ESTADUAIS DO RIO DE JANEIRO E SUA INFLUÊNCIA NO ENSINO DE QUÍMICA

E. S. L. DA S. RAPOSOE W.N. ARAUJO NETO2

1CIEP 441 Mané Garrincha

2Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Química

E-mail: elieteraposo@yahoo.com.br

O ensino religioso no Brasil é facultativo constituindo-se por meio de disciplinas nos horários normais das escolas públicas de ensino fundamental, de acordo com as preferências manifestadas pelos alunos ou por seus responsáveis, regulamentado pelo Artigo 33 da Lei 9394 de 1996 (LDB). No Rio de Janeiro, a Lei Estadual 3.459/200 dispõe sobre o Ensino Religioso confessional nas escolas da rede pública, no entanto, não há consenso sobre o que possa ser “Ensino Religioso”. O presente projeto tem como objetivo estudar como o ensino religioso é realizado nas escolas estaduais do Rio de Janeiro, e pesquisar sobre sua implementação localmente em quatro regiões: duas no interior do estado e duas no município do Rio de Janeiro. O objetivo concentra-se na possibilidade de verificar em que medida o processo em curso, no que se refere ao ensino religioso, pode constituir-se como um obstáculo (no sentido pretendido ordinariamente por Gaston Bachelard) ao entendimento de certos conceitos que são tratados ao final do ensino fundamental (segmento que localiza o ensino religioso), ou ainda no ensino médio. No presente trabalho apresentamos os resultados iniciais de uma pesquisa exploratória sobre as possíveis implicações para o entendimento do atomismo na química. O atomismo foi um movimento estabelecido como a negação do divino em termos de causa para qualquer processo natural. Para Demócrito, só existem átomos e vazio. Ainda que não nos demos conta, culturalmente, como sociedade em escala global, estivemos muito mais tempo mergulhados na negação do átomo, do que na sua aceitação. Oferecemos aqui ampla revisão bibliográfica e um panorama metodológico para a investigação das limitações, em termos de processo de aprendizagem, que podem advir de confrontos abertos entre religião e ciência, uma vez que não se tem claro na literatura o modus operandi dessa vertente e sua relação com o ensino de química.

Apoio Financeiro: CAPES, FAPERJ; Área: Ensino de Química

Download: Resumo Eliete Raposo (formato pdf).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s